quarta-feira, 6 de junho de 2018

A minha "gaja" é um calhau

Ontem (terça-feira) recebeu um e-mail da Delta com uma promoção de café com 50% de desconto e foi logo a correr fazer a encomenda, porque isto é gaja que, para casa, até pedras é capaz de carregar. Estava no emprego e por isso enviou-me um e-mail com uma cópia da encomenda e a referência multibanco para eu pagar.
À noite afirmou, peremptoriamente, que tinha visto não sei onde que a encomenda era entregue hoje (quarta-feira), entre as 10 e as 13 horas. Achei que era fartura a mais, ainda por cima a encomenda vinha pelos CTT. Mas como ela tinha tanta certeza no cagar que nem errou o chão, hoje fiquei toda a manhã a rogar pragas aos CTT (que são uma merda) que nunca mais apareciam e, à hora de almoço, armei uma fita de longa metragem e mandei-a ir procurar onde é que andava a encomenda.
Como já tinha o dia estragado, deixei-me ficar por aqui a coçar a micose, não fossem os CTT aparecer e a meio da tarde "ela" enviou-me um e-mail a confirmar que é um calhau. A encomenda ainda nem saiu da Delta e quando sair, vão enviar um e-mail com um código para eu lhe seguir o rasto num site dos CTT.
Ou seja: a "trenga" não sabe explicar onde é que foi buscar a informação estapafúrdia de que a Delta e os CTT são gajos competentes para entregar uma encomenda em menos de 24 horas e como se eu tivesse culpa, passou o jantar todo a relinchar e a sacudir a crina e a "amandar" com a loiça.
Nem lhe dei troco, porque desde que as discussões começaram a deixar-me com uma dor do catano no peito, ando numa de lhe virar as costas. Ainda sou muito novo para morrer.

2 comentários:

  1. Não se chateiem que a vida não está para isso :p

    ResponderEliminar
  2. Era a vontade de ter a máquina nova, dá-lhe um desconto :p

    ResponderEliminar